Bem Vindos

quarta-feira, 24 de maio de 2017

RESUMO DO LIVRO O BARBEIRO E O JUDEU DA PRESTAÇÃO..

                                                 RESUMO DO LIVRO

O BARBEIRO E O JUDEU DA PRESTAÇÃO CONTRA O SARGENTO DA MOTOCICLETA

Resultado de imagem para livro o barbeiro e o judeu da prestação
                            AUTOR: JOEL RUFINO DOS SANTOS
                             EDITORA : RICHMOND
                             PRÊMIO JABUTI 2008



Era um homenzinho vermelho, que vendia à prestação no Morro da Mineira. Se chamava Isaque.
Quando esqueciam uma data, bastava lembrar o dia em que ele havia passado:
- Foi logo depois que o Isaque passou.
- Já lembrei. Ele morreu logo depois que acabei de pagar ao Isaque.
Mas o destino começou a girar quando Isaque fez um pedido:
-" Senhora.  Pode dar um copo de água a Isaque?"
O judeu passava todo mês para cobrar as prestações no Morro, e neste dia pediu um copo de água na casa de Albino, um menino que morava com a mãe no morro.
Ele puxa conversa com o judeu Isaque, que conta que seus pais morreram nas mãos de Hitler, na guerra e que ele não tem mais ninguém da família, que não tem retrato, só um sabãozinho.
E Isaque não tirava o chapéu da cabeça, disse ao menino Albino que não tinha o tampo da cabeça, por isso não tirava o chapéu de jeito nenhum.

Isaque conta a Albino que os nazistas fizeram sabão de seus pais.

Albino nunca mais deu sossego ao judeu Isaque , fazendo perguntas de como os pais dele morreram.
 Perguntou a sua professora o que era nazismo?
Ela respondeu que nazistas é quem não gosta de judeu, nem de outras raças.

Albino pediu ao judeu que mostrasse o sabãozinho que ele carregava e dizia que eram seus pais.

Na barbearia Stalingrado, o assunto era o sabão que o judeu carregava, uns acreditavam, outros não, que eram os pais do judeu.
O barbeiro tinha um passáro que cantava uma música comunista e nesta barbearia frequentava um sargento, a favor da ditadura militar.
O barbeiro além de confirmar que acredita no judeu, diz para todos ter visto o tal sabão.
Isaque , o judeu perdeu seu caderno de cobranças e  correu a história que o barbeiro tinha encontrado o tal caderninho. Pior é que espalharam, que no tal caderninho, tinha a fórmula da bomba atômica.
"- Não disse a vocês, esse Isaque é um dos inventores da bomba. Deve estar disfarçado.  Quando ele fugiu da Alemanha......
O Sargento Josafá, questiona o barbeiro, perguntando quem foi quem disse que ele fugiu da Alemanha? Isso é grave demais..
Ouve um clima muito ruim na barbearia, todos se entreolharam.
- " Depois que Getúlio Vargas implantou essa ditadura, você começou a cantar de galo, disse o barbeiro, para o sargento.
O sargento saiu da barbearia  depois voltou para buscar o barbeiro.
O barbeiro aparece três dias depois, todo quebrado.
Um dia o sargento vai até a barbearia falar com o barbeiro para pedir desculpas ao barbeiro, pois este o levou até o quartel e pediu que lhe dessem um susto.
O barbeiro disse que não o perdoava.
O sargento saiu foi em casa se fardou e voltou.
-" Venho lhe fazer uma proposta."
-" Se você  mostrar o sabão dos pais de Isaque, o judeu da prestação,eu me mudo daqui. se não conseguir, você fecha a barbearia ."
O barbeiro ficou mudo.
O sargento cruzou as pernas.
Aceita?
-Espere. Se eu ganhar a aposta você se muda para sempre desse morro?
-É.
-Sózinho?
O militar indagou:
- Como assim?
-Deixa sua mulher? disse o barbeiro
-Só se ficar com as quatro crianças também.
-Quatro e meio, disse o barbeiro.
-Esse meio aí é seu. Não vamos esconder o que todos sabem.
Isaque foi assaltado no morro e se afasta um tempo.
O bicheiro fundou um a sociedade para arrecadar fundos, para pagar todas as dividas do morro junto do judeo, pois ele havia dito que só mostrava o sabão dos pais, se recebesse de todo mundo no morro.
Isaque reaparece e  a sociedade fundada pelo bicheiro, da dinheiro para todos que devem ao judeu, para pagá-lo.
Isaque vai até a barbearia, depois de receber todas as contas, o salão está cheio.
O judeu pisou no batente, olhou o sargento, passou por todos e se dirigiu ao barbeiro
-Está aqui.
O barbeiro pegou o embrulho de jornal e sorriu . 
Ali esta o tal sabão.


                                 F I M