Bem Vindos

sexta-feira, 25 de outubro de 2013


     A ESCOLA , OS ALUNOS E A TECNOLOGIA

Vamos começar este texto falando de uma geração de estudantes que vive na era digital. O que isso influencia nos dias atuais no rendimento, no comportamento, na avaliação no rol escolar e de aprendizagem em geral.
A Era digital chegou para ficar, isso não tem o que discutir. O que era para geração passada, a dos pais no caso, uma dificuldade imensa em lidar com a tecnologia, os jovens de hoje,' tiram de letra,' como eles dizem.
Mas será que a tecnologia, com tantas informações em tempo real, trazem o conhecimento necessário a estes jovens dentro do âmbito escolar?
E o papel das escolas, universidades, faculdades será que se modificou, ou continua estagnada, frente a tanta tecnologia.
O acesso a informação para as pessoas com mais de 40 anos, além da família, da escola, era constituído pelo rádio, pelos textos impressos, pelo cinema, pela televisão pelo vídeo, pelos livros, pelas revistas etc. (Revista Pátio n 18 pg 07)
Esta realidade mudou, os números e as letras, não mais os assustam, pois desde berço tem contato direto com computadores, celulares, que tornaram esta prática normal. Enquanto para os mais velhos, o contato digital ainda é cheio de mistérios e melindres
Foram até intitulados de de geração Einstein (Jeroen Boschma e Inez Groe – 2006), por considerá-los mais ágeis, mais rápidos e mais sociais.
Mas esta visão esta mudando, muitos teóricos já se perguntam o que a internet está fazendo com nossas mentes e dos e dos nossos jovens,.
Como educar crianças e jovens que vivem em ambientes super-estimuladores e que geralmente se sentem entediados. (Revista Pátio nº18 pg 08).
Percebemos então que houve uma evolução na maneira como estas crianças chegam ao ambiente escolar, carregadas de uma mochila digital (Morim,2000), mas em contra partida as escolas continuam com suas concepções antigas, não sendo atrativa a ideia de receber conhecimento através de um quadro negro, e livros didáticos, quando o mundo lá fora, corre contra o tempo, e urge da necessidade de comunicação virtual.
Afinal os alunos hoje em dia, entram em sala de aula munidos de celulares e afins.
A escola nos tempos de hoje, vai se refazendo, se restruturando, para acompanhar este ritmo frenético da digitalização. É uma competição frenética, onde o conhecimento trava a batalha com a informação .
Muitas escolas já se adaptaram ao novo ritmo. No Estado do Paraná, as escolas já faz algum tempo tem uma Tv multimidia em cada sala de aula e nas salas dos professores. Alguns professores este ano já ganharam seu tablet também, pois não existe como ficar de fora, se a escola não acompanhar este ritmo frenético da digitalização, vai ficar de fora do sistema.
As crianças e os jovens precisam de atrativos para estar em sala de aula e adquirir conhecimento, pois informação eles tem bastante. Brevemente o método de avaliação também deve mudar.
Enfim, novos tempos na educação, novas maneiras de ensinar e aprender.
Sejam todos bem vindos neste rumo novo da nova escola. 

Texto escrito por: