Bem Vindos

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Resumo do Livro "Os restos mortais" de Fernando Sabino

                                            Os  Restos  Mortais

                       Autor  : Fernando Sabino
                        Editora Ática  

                   

Os pais de Dr. Laerte, um jovem médico são convidados para uma viagem ao Rio de Janeiro, para um batizado de um sobrinho. Havia mais de vinte anos que não iam ao Rio. 
Como não queria deixar a casa sózinha com as empregadas, foi ao sítio e trouxe um empregado chamado Galdino, um rapaz com um olho infeccionado, tracoma, para cuidar da casa nos quinze dias que ficaria fora.
 O filho era médico, mas tinha sua família e não poderia cuidar da casa do pai. Foram pai e filho buscar o Galdino, no sítio, que por sinal estava bem cuidado. E veio o empregado com pai e filho. 
Quando chegou, o patrão mostrou seus aposentos e logo foi mostrando o que teria de fazer na sua ausência. Varrer o quintal, cuidar das flores, aguar as plantas e coisas do tipo, todoas as recomendações foram feitas. e assim no fim do dia partiram para o Rio de Janeiro.  Na manhã seguinte fiz minhas visitas normais de médico, e quando chego ao consultório, a secretária me relata que a empregada da casa de meu pai está desesperada atrás de mim. Liguei pra ela, e ela me disse que tiveram que chamar o pronto socorro pro Galdino, pois tivera um ataque epilético. Mas agora estava medicado e dormindo. Fui lá pra ver. Quando chego lá qual não foi a minha surpresa, 
                   BOA  LEITURA!!!!!

        DEIXE SEUS COMENTÁRIOS !!o tal empregado,o Galdino, estava morto. As empregadas se desesperaram, mas não havia nada a fazer, ele havia tido outro ataque e caiu da cama e morreu. Aí começam os problemas, o dono da casa longe em viagem, cabe a mim tomar as providências. Fui atrás do médico que atendeu-o na noite anterior, para que desse o atestado de óbito, e ele se recusa, dizendo que o corpo precisa ser recolhido para uma autópsia. Para isso, foi preciso ir a uma delegacia para pedir uma guia. Quando parece que tudo está certo, o médico não quer fazer a autópsia, pois o corpo apresenta algumas manchas.
Por fim depois de muitas contovérsias, indas e vindas com o corpo pra cima e pra baixo, ele consegue enterrá-lo, sózinho sem nenhum parente, pois o paradeiro destes era desconhecido. Quando seu pai volta fica muito triste com a notícia, e numa conversa com o filho, lhe conta a história do pobre Galdino. Filho de uma mulher que trabalhou de sua empregada  anos atrás.
E para sua surpresa descobre que este pobre empregado que morreu sózinho e foi enterrado quase como um indigente, muito provavelmente era seu irmão.